Aniversário de Santarém: o que essa cidade reserva para você?

Powered by Rock Convert

Conhecida como “Pérola do Tapajós”, Santarém é uma daquelas cidades que se localizam em uma das “esquinas” privilegiadas do planeta. No caso, justamente naquela em que as águas esverdeadas do Tapajós encontram o gigante Amazonas, um dos maiores do mundo, sem se misturar com ele.

O aniversário de Santarém é comemorado no dia 22 de junho, data em que jesuítas fundaram uma povoação com fins missionários no território da aldeia Tupuliçu, em 1661. Dois anos antes, o padre Antônio Vieira — aquele mesmo, o autor de “Sermões” e um dos maiores gênios da língua portuguesa — havia visitado a região e incentivado a criação da missão jesuítica naquele local.

Nesses 358 anos de existência, Santarém testemunhou a ocupação da Amazônia e tornou-se uma das principais referências na história dos povos indígenas que viviam na região, antes da colonização. Por isso, é considerada um dos principais sítios arqueológicos das Américas e passou fazer parte do Plano de Cidades Históricas do Governo Federal.

No oeste do Pará, a 850 quilômetros da capital Belém, o município fica no coração da Amazônia e é um excelente ponto de partida para conhecer a floresta, os rios e a cultura das comunidades da região, inclusive as indígenas. Neste texto, porém, vamos deixar um pouco de lado as atrações naturais para contar o que a cultura e a história da cidade podem oferecer a quem visita Santarém. Boa leitura.

Cultura: identidade que se reflete na arte

A história de quase quatro séculos de Santarém, que ganhou esse nome 100 anos depois de sua fundação, já em 1759, em homenagem à cidade portuguesa homônima, se reflete em suas construções e tradições.

A Catedral de Nossa Senhora da Conceição, que acabou de ser reformada para a comemoração dos seus 200 anos em dezembro de 2019, é um dos prédios que repletos de história e significado. Seu acervo conta com imagens e documentos que datam do século XVII e foi a base para a criação do Museu de Arte Sacra da cidade — localizado no prédio anexo à catedral e construído, inicialmente, para ser a residência dos bispos da cidade.

Powered by Rock Convert

Uma característica forte dos santarenos é a musicalidade. Terra de alguns dos mais importantes músicos e poetas paraenses, como o maestro Wilson “Izoca” Fonseca e o poeta e compositor Ruy Barata, Santarém mistura ritmos indígenas e africanos em algumas de suas principais expressões musicais, como o carimbó.

Gastronomia: sabores impossíveis de igualar

A Amazônia apresentou ao mundo uma gastronomia que encanta chefs, gourmets e pessoas comuns, que simplesmente apreciam os sabores inusitados, que se alternam entre o intenso e o delicado. Tomar um tacacá, sopa indígena com camarões mergulhados em caldo de tucupi e acompanhados por folhas de jambu, erva que amortece e faz tremer os lábios, é uma experiência que encanta.

Assados à moda indígena em um luau na praia, fritos, ao escabeche, os peixes amazônicos têm sabor e textura muito peculiares. Por isso, o acompanhamento costuma ser bem simples: arroz, farinha, pimenta e, às vezes, uma tigela de açaí.

Outra atração da gastronomia amazônica, as frutas regionais são um espetáculo de cores, sabores e formas impossíveis de encontrar em outro lugar do mundo. Desde uma prosaica banana, cujas variedades e sabores na Amazônia são completamente diferentes, até frutas que só é possível encontrar ali, como o uxi, o cupuaçu e o bacuri, fazem a festa para os sentidos de quem tem a oportunidade experimentá-las.

Com mais de três séculos e meio de existência e atrações que combinam natureza, história e cultura, não é à toa que Santarém é um dos mais promissores destinos turísticos brasileiros, um destino que vale a penas conhecer.

Se você ficou curioso ou mesmo se já tem Santarém na sua lista de viagens, siga a gente nas redes sociais e descubra muito mais sobre o que a cidade tem a oferecer. Quem sabe você não comemora o próximo aniversário de Santarém lá mesmo? Estamos no Facebook e no Instagram.

Powered by Rock Convert
Deixe um comentário

Share This