Culinária da região Norte: 12 pratos que você precisa experimentar

Powered by Rock Convert

A culinária da região Norte do país é uma das mais peculiares do Brasil. Com seus temperos fortes e sabores típicos, ela vem conquistando mais admiradores e também notoriedade nos cardápios — dentro e fora do país.

Com influência das culturas indígena, portuguesa e africana, essa cozinha autêntica e exótica apresenta uma grande variedade de peixes, combinações únicas de especiarias e muitos ingredientes típicos da floresta amazônica. Por isso, é considerada um dos principais exemplos de culinária brasileira.

Com base em elementos nativos e modos de preparação característicos, os costumes, as histórias e os povos diferentes se misturam para formar uma das mais ricas culturas gastronômicas do país — além de uma das mais saudáveis.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura e confira toda a diversidade de sabores, temperos e ingredientes das comidas típicas do Norte brasileiro!

Principais características da região Norte

No Norte do país, muito antes do descobrimento, a população indígena já se alimentava de peixes, raízes, carnes de caça, sementes, folhas e frutos provenientes das matas e dos rios locais. No entanto, apesar de ter sofrido fortes influências africanas e portuguesas, com o passar dos séculos a culinária da região continuou se baseando na cultura indígena.

Essa mistura de costumes e raças originou não apenas danças, crenças, superstições, lendas, folguedos e demais manifestações culturais: também deu margem ao uso de novos ingredientes, especiarias, cheiros, sabores, segredos e modos de cozinhar distintos das maneiras habituais, formando uma culinária bastante exótica.

Além de toda essa diversidade cultural, as comidas típicas do Norte se caracterizam por sua integração com a natureza, pois apresenta inúmeros elementos da esplêndida floresta amazônica e uma profusão de diversos sabores: pimentas-de-cheiro, cupuaçu, castanhas, peixes, ervas e muitos outros.

Você já ouviu falar do tucupi, o caldo extraído da mandioca? E da maniva, a folha da mandioca que precisa de até uma semana para ser cozida? A seguir você vai conhecer alguns pratos típicos da região Norte do país, preparados com ingredientes nativos e únicos. Confira:

Comidas típicas do Norte do Brasil

1. Tacacá

O tacacá é um prato indígena, típico da região Norte, muito consumido em toda a extensão amazônica — especialmente nos estados do Acre, Pará, Rondônia, Amapá e Amazonas. Entre os ingredientes da receita estão o tucupi, a goma de tapioca, os camarões e o jambu — planta que, quando entra em contato com a boca, provoca formigamento ou amortecimento.

Uma das peculiaridades dessa comida é que ela precisa ser consumida quando ainda está extremamente quente, apesar do calor constante da sua região de origem. Podemos encontrar o tacacá em festas típicas, como a quadra junina, mas ele também está disponível em barracas de rua — principalmente no Amazonas e no Pará ao longo de todo o ano.

A iguaria é servida em cuias, feitas a partir de frutos da cuieira, e não se usam talheres. Palitos de madeira são normalmente oferecidos para auxiliar na degustação do camarão e do jambu.

2. Pato no tucupi

O pato no tucupi é um dos maiores representantes das comidas típicas do Norte do país. O tucupi é um líquido amarelo extraído da raiz da mandioca, sendo venenoso no princípio e precisando ser cozido para perder a toxicidade.

No preparo, a ave é marinada em tempero e depois assada no forno. Em seguida, coloca-se na panela já com o tucupi para rápida fervura. O prato também leva jambu e é normalmente servido com arroz e farofa de mandioca.

A comida é uma das principais atrações culinárias de Belém durante o Círio de Nazaré, procurado tanto pelos turistas quanto pelos moradores locais. Também não é difícil encontrá-lo nas ceias de Natal e Ano Novo em várias cidades do Pará.

3. Maniçoba

A maniçoba é uma das comidas típicas do Norte que não poderia ficar de fora desta nossa lista! Trata-se de mais um prato de origem indígena, que é feito a partir da folha da mandioca, a maniva. A principal curiosidade relacionada ao preparo dessa iguaria, é que o seu cozimento pode levar até uma semana, por conta de propriedades tóxicas da planta, que precisam ser expelidas pela fervura.

Além de ter como base a maniva cozida, a maniçoba pode levar ainda carnes de porco e de boi — charque, chouriço, bacon e linguiças —, sendo relativamente semelhante à feijoada. Tradicionalmente, a maniçoba é servida com arroz branco, farinha d’água e pimenta-de-cheiro.

Apesar de ser consumida o ano inteiro e facilmente encontrada em barraquinhas de rua e restaurantes típicos ao longo de todo o ano, a maniçoba também é um dos carros-chefe do almoço do Círio de Nazaré.

4. Filé de tucunaré

O tucunaré é um peixe de água doce, com sua espécie distribuída principalmente no Amazonas e nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do país.

Ele pode ser preparado de diversas maneiras, assado e recheado. Contudo, o peixe faz mais sucesso quando é servido em porções de filés, grelhado, servido ao molho de alcaparras e geralmente acompanhado de arroz branco e farofa — uma das boas opções do restaurante do Beloalter Hotel.

Powered by Rock Convert

5. Pirarucu à casaca

Um dos maiores peixes de águas doces fluviais do Brasil, o pirarucu é muito utilizado em diversas comidas típicas do Norte do país, como o pirarucu à casaca — ou de casaca. Esse termo é utilizado devido à forma como o peixe é “vestido” com os ingredientes.

Além do peixe, a receita leva elementos como banana-da-terra, farinha de mandioca — conhecida na região como farinha d’água, leite de coco, pimentão e pimenta-de-cheiro. Enquanto o pirarucu é comercializado de maneira fresca em lugares do centro-sul, uma das versões mais populares no norte é a salgada, como se fosse um bacalhau.

O pirarucu é conhecido como o bacalhau da Amazônia e oferece insumo para uma grande variedade de pratos. Sua carne é limpa, sem espinhas e com uma textura agradável até para quem não está habituado a comer frutos-do-mar.

6. Costela de tambaqui

Originário da maior bacia fluvial do mundo, a Amazônia, outro peixe muito presente nas comidas típicas do Norte é o tambaqui, que é a estrela desse prato muito apreciado na região. A costela é uma das partes mais valorizadas e saborosas do peixe, que normalmente é servido com um delicioso molho de pimenta.

Suas formas de preparo são as mais variadas possíveis, podendo ser frito, grelhado, assado e até ensopado. Condimentada com diversos temperos, a costela de tambaqui é um daqueles pratos irresistíveis e irrecusáveis.

7. Caruru paraense

O caruru paraense traz para os pratos típicos do norte os sabores do camarão, muito comercializado na forma seca. Elaborada com o crustáceo seco com cebola, cebolinha, alho, quiabo, jambu, farinha, pimentão, pimenta-do-reino e azeite de dendê, a receita é uma das preferidas dos turistas que visitam a região — principalmente o Pará.

Um dos principais acompanhamentos do caruru paraense é o arroz, mas o prato pode ser combinado com diversos outros elementos dessa gastronomia tão rica e exótica.

8. Damorida

É uma receita indígena que pode ser feita com carne ou peixe assado, a sua principal característica dessa típica comida é a pimenta, tanto que, no preparo, adiciona-se pimenta-malagueta, pimenta jiquitaia, sal e goma de tapioca. A finalização do prato é feita com o caldo de tucupi.

Todos os ingredientes são cozidos juntos por cerca de meia hora, resultando em um delicioso, aromático e picante ensopado. O prato pode ser servido com arroz e pirão feito com farinha de tapioca como acompanhamentos.

9. Gurijuba

Na região Norte do Brasil é muito comum o uso de peixes como ingrediente principal de uma receita, uma vez que há uma abundância na região amazônica. Gurijuba é um peixe que pode ser encontrado no litoral Norte brasileiro, com facilidade na região do Amapá, entre a foz do rio Araguari e a foz do rio Cunani.

Com muita história na região do Amapá, o gurijuba é bastante utilizado no preparo de caldos e ensopados, como moqueca e caldeiradas, mas sua versão frita também faz um enorme sucesso na região.

10. Mujica de peixe

A mujica de peixe é um caldo — ou sopa — que faz parte das comidas típicas do Norte brasileiro e é um prato originalmente composto por tambaqui desfiado, tomate, farinha branca, pimenta-do-reino, pimenta-de-cheiro, cheiro verde, colorau, cebola e alho.

Na Amazônia, de onde é a sua origem, o prato é servido como uma entrada do prato principal. Por apresentar o peixe de forma desfiada, é uma receita ideal para aproveitar as sobras da refeição anterior e que conta com um modo de preparo simples.

11. Caldeirada

O termo Caldeirada é usado de forma geral para falar sobre os cozidos à base de peixes, porém, reforçados com temperos regionais, que estão ligados à culinária da região Norte brasileira. Diante das inúmeras opções de peixes na região, a caldeirada pode ser feita com diversas espécies.

Em vários estados a caldeirada de tucunaré é vista como uma das alternativas preferidas da receita. Geralmente é feita com peixe em postas (dourado, filhote, pescada-amarela, tucunaré etc.), temperos da região, ovos, azeite e tucupi e servido com pirão.

12. Arroz paraense

O arroz paraense é uma receita típica que pode ser comparada com um risoto, e que, leva alguns ingredientes bem regionais do Norte brasileiro, como os já citados algumas vezes nesse post, jambu e o tucupi. Além desses ingredientes, o prato contém arroz branco e camarão-rosa seco como base, e a comparação com o risoto é realizada pela sua consistência final.

É um prato que não pode deixar de ser degustado na sua visita ao estado do Pará. Recomenda-se que seja apreciado com pimenta-de-cheiro e, caso seja do seu gosto, farinha de mandioca.

Além dos pratos citados acima, a culinária da região Norte do país apresenta diversas outras receitas incríveis e cheias de sabor. Quando viajar para alguma das suas cidades, não deixe de experimentar as receitas — que dão água na boca — e desbravar parte da cultura dessa bela região pela sua gastronomia.

Cada dia mais as comidas típicas do Norte do Brasil vem ganhando um grande reconhecimento pelo restante do país — há quem diga que está na moda e há quem diga que finalmente a região Norte do país está sendo valorizada. Dessa forma, suas músicas, a cultura e também os seus temperos e pratos típicos conquistam admiradores além de todo o território nacional.

Gostou de saber um pouco mais sobre os pratos típicos da região Norte do país e a sua história? Então, comente neste post qual foi a comida típica que mais chamou a sua atenção e qual você deseja experimentar na sua próxima viagem.

Powered by Rock Convert
Deixe um comentário

Share This